The Best Viagens

Atendimento: (21) 2611-9564 / 2611-9279

Dicas de viagem

Vacinas para quem vai viajar

Muitos países exigem certificado de vacinação internacional contra algumas doenças. A recomendação é que o turista sempre entre em contato com o consulado ou embaixada do país que deseja visitar para adquirir estas e outras informações atualizadas. Países como Nepal, Malásia, Cingapura, Austrália, Equador, Peru e Venezuela exigem dos brasileiros vacina contra febre amarela. Veja outros países na tabela abaixo.

O turista pode ser vacinado na seção Saúde dos Portos existente em alguns aeroportos internacionais, como o de Guarulhos e o de Campinas, em São Paulo, e o Galeão, no Rio de Janeiro. Verifique sempre o horário de funcionamento da Saúde dos Portos, para não correr o risco de ficar sem vacina, o que impede a entrada nos países que exigem esse procedimento. Algumas vacinas devem ser tomadas com antecedência, como a da febre amarela (dez dias antes do embarque) e contra hepatite A (duas doses no intervalo de um mês). Por isso, pessoas residentes em cidades distantes podem ser vacinadas em qualquer posto de vacinação e apresentar o comprovante na Saúde dos Portos, no dia de embarque, para obter o certificado de vacinação internacional.

Confira abaixo as principais recomendações para alguns roteiros:

Países que exigem Certificado de Vacinação para Febre Amarela:

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária, órgão do Ministério da Saúde, também recomenda a vacinação contra febre amarela a pessoas que circulam por zonas endêmicas brasileiras como: Acre, Amapá, Amazonas, Distrito Federal, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Pará, Rondônia, Roraima e Tocantins.

Apenas de 2% a 5% das pessoas apresentam reações adversas, no período de 5 a 10 dias após a aplicação. Os efeitos mais comuns são dor de cabeça, dor muscular e febre baixa. A vacina não deve ser tomada por grávidas, crianças com menos de seis meses, pessoas alérgicas a proteína de ovo, portadoras de imunodeficiência, contaminadas pelo vírus HIV ou que estejam usando medicamentos quimioterápicos ou a base de corticosteróides. Neste caso, o viajante deve ter um documento com os motivos médicos para que não seja vacinado. Também é aconselhável que as pessoas se imunizem contra gripe quando forem viajar durante o inverno, principalmente para o hemisfério norte.

Voltar Topo




Indicar a um amigo

© 2011 - The Best Viagens - Todos os direitos reservados