Campina Grande

Viajar sempre é uma experiência inesquecível, que começa desde a decisão do seu destino até o retorno para casa com a mala cheia de boas recordações. E nada melhor do que ter passeios e roteiros incríveis para que sua viagem fique ainda mais memorável.

 

Hoje trouxemos para vocês, um destino que vem se tornando mais popular na boca do povo brasileiro graças a Juliette, finalista do Big Brother Brasil, venha conhecer Campina Grande,  cidade da jogadora:

 

Campina Grande se espalha por um platô a quase seiscentos metros acima do nível do mar, na Serra da Borborema, agreste paraibano, atualmente com uma área geográfica de 644,1 km² e uma população de cerca de 407.472 habitantes. Esta posição geográfica foi primordial para o fortalecimento e crescimento da comunidade: o ponto de ligação entre o Litoral e o Sertão. Entreposto comercial e pouso para os sertanistas e as tropas de burros e mulas que transitavam com suas mercadorias. Local da feira para venda e troca de gado, a cidade já nascia com uma vocação voltada ao comércio. A categoria de Freguesia lhe foi outorgada em 1769 sob a égide de Nossa Senhora da Conceição escolhida para lhe dar bênçãos e protegê-la, desvinculando-se assim da Freguesia de Nossa Senhora dos Cariris de Fora, antiga aldeia de índios Cariris conhecida anteriormente como Travessia.

 

CIDADE TECNOLÓGICA

Em 1942 é fundado o Serviço nacional de aprendizagem Industrial – SENAI. Em 24 de setembro de 1963 a Federação das Indústrias do Estado da Paraíba fixa-se na cidade, lhe rendendo maior e próspera importância e dando-lhe o merecido privilégio de sediar tão importante instituição em detrimento da capital. Era então a única cidade do interior do Brasil que abrigava uma Federação de Indústrias.

Em 24 de setembro de 1983 foi inaugurada a nova sede, às margens do Açude Velho, marco do pioneirismo dos tropeiros, com design moderno e arrojado e grandes arcadas de concreto, que simbolicamente significava a estabilidade e firmeza de uma cidade que se consolidava definitivamente como a Capital do Trabalho. Em 1967 o Núcleo de Processamento de Dados da Universidade Federal da Paraíba-Campus II, a partir de 2002 Universidade Federal de Campina Grande recebe o primeiro computador da região nordeste. O engenho e a arte dos “homens do couro” são lembrados nesta hora em que a cidade retoma o seu rumo e seu norte: o vislumbre tecnológico.

Em abril de 2001, a revista americana Newsweek escolheu e citou Campina Grande como uma das nove cidades do mundo que representa a nova vertente de Centro de Tecnologia. As outras oito foram: Huntsville-Alabama-EUA, Oakland-Califórnia-EUA, Omaha-Nebrasca-EUA, Akon-Ohio, EUA, Tulsa-Oklahoma-EUA, Cote d’Azur-França, Suzhou-China e Barcelona-Espanha. Novamente, em 2003, outra alusão à cidade como o “ Vale do Silício Brasileiro”, tendo em vista sua visão e pesquisas tecnológicas e aquelas envolvendo o melhoramento genético do algodão colorido natural.

Atualmente a cidade possui um aglomerado de setenta e seis empresas produtoras de software, envolvendo um contingente de mais de 500 pessoas de formação acadêmica superior e especializada, faturando 25 milhões de reais por ano, o que representa 20% da receita total do município. A Fundação parque Tecnológico da Paraíba foi responsável pela origem de mais de 60 empresas de tecnologia.

 

Quando ir

Se sua intenção é aproveitar as praias e fazer compras então você está com sorte, campina grande fica localizada numa região do nordeste em que o clima se mantém agradável durante o ano todo, mesmo no inverno as chuvas são rápidas e as ruas não alagam então você não tem que se preocupar, agora se o que você quer é curtir uma festa sem fim e sem limites para a diversão, as festas juninas duram o mês inteiro, são shows todas as noites além das tradicionais fogueiras gigantes, as pessoas festejam praticamente sem pausa então você talvez não consiga manter o ritmo mas com certeza vai adorar.

 

Como ir

Chega a cidade é bem fácil, não importa de onde você estiver vindo seu vôo vai te deixar no aeroporto internacional presidente Castro Pinto que fica na capital, João Pessoa, chegando na capital você pode seguir viagem dirigindo, basta alugar um carro, são duas horas de viagem mas as estradas são seguras e sem buracos então a viagem é bastante tranquila.

Se preferir não dirigir você pode pegar um ônibus na capital e relaxar, algumas linhas de ônibus que fazem o trajeto passam no aeroporto mas nestes a viagem é mais demorada, nesse caso o melhor é ir até a rodoviária da capital e procurar um ônibus expresso, eles não fazem paradas para pegar ou deixar passageiros então a viagem é bem rápida e confortável.

 

Gastronomia Local

Carne de Sol - Campina Grande Fonte: Conhecendo o ceará

A Paraíba é um dos estados mais antigos do Brasil e suas raízes se fundamentam em uma exótica mistura de raças, essa mistura deu origem a uma culinária rica em sabores, no litoral os frutos do mar são o principal, mas no resto do estado o povo paraibano faz seus banquetes com carne, a carne de sol é a mais popular, uma iguaria que nasceu na época da escravidão e ganhou um espaço nobre a mesa, seu preparo especial deixa a carne com um sabor exótico não encontrado em outras carnes.

Outro prato campeão de público é a buchada de bode costurada, seu preparo leva os órgãos do bode e uma série de temperos que variam de família para família e são mantidos em segredo absoluto, o prato é tão apreciado que costuma atrair estrangeiros que estejam visitando a região apenas para provar esta iguaria.

 

Pontos altos de Campina Grande

Praias

Trechos de praias de João Pessoa e Pitimbu Fonte: Jornal da paraíba

Na área da capital e nas regiões em volta existem dez praias lindas, os visitantes podem escolher qualquer uma delas e vai se sentir realizado, as águas das praias Paraibanas costumam ser azuladas e a população animada, para quem quer algo menos movimentado então a dica é a praia de pitimbu que costuma ser menos visitada mas tem lindas paisagens e é ótima para levar a família.

Praia Tambaba

Praia Tambada - Conde Fonte: Janela do horizonte

Agora se você for mais desinibido pode conhecer Tambaba, a famosa praia de nudismo, mas atenção, homens desacompanhados não entram, então se você quer fazer uma visita vá acompanhado, também é proibido tirar fotos na praia mas na entrada você vai encontrar um mirante que é perfeito para quem quer tirar uma boa selfie.

Se você quiser uma experiência mais abrangente então pode contratar um inesquecível passeio de buggy que visitará sete praias em sequência.

 

Parque do Povo – Festa Junina de Campina Grande

Parque do Povo - Campina Grande Fonte: Paraíba debate

Uma imensa área descoberta reservada para realização de eventos, é nessa área que já a alguns anos os eventos juninos da cidade são realizados, o local conta com iluminação de qualidade, banheiros públicos e espaço para quiosques e barracas.

Durante o ano costumam haver parques itinerantes, circos e ocasionais shows de música, o parque do povo embora recente é um orgulho para a cidade que teve sua economia melhorada graças ao espaço inovador.

Mesmo quando não tem eventos acontecendo o local ainda é um point para quem quer andar de patins e skate ou mesmo apenas bater papo com os amigos, muita gente também utiliza a oportunidade para dar aquela corridinha pela manhã.

 

 

Vila do Artesão

Vila do Artesão Fonte: gpsdanoticia

Construída no que antes era a estação de trem da cidade, a vila do artesão é um conjunto de chalés que abrigam os mais variados trabalhos artesanais da cidade e das regiões próximas, o local fica especialmente cheio durante as festas juninas que enchem a cidade de turistas procurando recordações para levar.

Cada um dos 77 chalés abriga as vitrines de um artista (ou grupo artístico) diferente e todos trabalham juntos para manter o nível de qualidade do local sempre em alta. Durante a noite o local fica bem iluminado e em alguns finais de semana a população se reúne para uma grande festa cheia de forró e comidas típicas.

 

Museu de Arte Assis Chateaubriand

Exposição no Museu de Arte Assis Chateaubriand - Campinas Grande Fonte: Paraíba Online

Anteriormente chamado de museu de arte de campina grande, o local mostra um impressionante espaço, sua grandiosidade é admirada por todos que o visitam, o nome veio em homenagem ao grande jornalista que fez a doação do primeiro acervo do museu.

Atualmente o lugar guarda algumas das mais belas obras de arte do mundo, muitas conseguidas durante a segunda guerra mundial com imigrantes, quem visita a pequena cidade não pode deixar de conhecer este museu que além de rico em história também é lindo de se ver por fora.

Museu dos três pandeiros

Museu dos três pandeiros Fonte: Pinterest

Desenhado pelo arquiteto de fama mundial Oscar Niemeyer, este museu tem em si o valor de ser ele mesmo uma peça de arte, sua construção audaciosa e circular foi o que gerou o nome, dentro dele você pode encontrar obras de artes plásticas (pinturas e esculturas) de diversos artistas nacionais.

 

Fonte: Viva Campina e Transportal

 

Ainda não conhece nossas redes sociais? Confira nosso Instagram e também nossa pagina do Facebook.

Consulte-nos mais informações sobre valores e reserva: (21) 4126-4396 ou 96401-4648.

INTERESSADO? DEIXE SEU CONTATO

Central de Atendimento (21) 4126-4396 / WhatsApp 96401-4648