Península de Maraú

Viajar sempre é uma experiência inesquecível, que começa desde a decisão do seu destino até o retorno para casa com a mala cheia de boas recordações. E nada melhor do que ter passeios e roteiros incríveis para que sua viagem fique ainda mais memorável.

 

O Destino The Best de hoje veio apresentar um destino paradisíaco e pouco conhecido pelos brasileiros, ele está localizado no Litoral Sul da Bahia e se chama Península de Maraú: 

 

A maré baixa anuncia o início de mais um belo dia na Península de Maraú, um dos mais lindos destinos do Litoral Sul da Bahia. É hora de mergulhar nas piscinas naturais e aproveitar o visual paradisíaco da Praia de Taipu de Fora. A poucos quilômetros de lá, lanchas e barcos chegam a Barra Grande, onde o píer recebe viajantes em busca de sossego em meio a cenários esplêndidos naquele pedacinho da Costa do Dendê. A Bahia tem mesmo praias dignas de causar paixões e a Península de Maraú, junto com Barra Grande, é dessas paixões que viram casamento. Quem vai, sempre volta outra vez! Sendo assim, se está com viagem marcada para a região da Península de Maraú e Barra Grande, na Bahia, prepare-se para incluir mais um destino à sua lista de praias para toda a vida.

Praia-de-taipu-de-fora

O que fazer na Península de Maraú e em Barra Grande

Praias incríveis, piscinas naturais, intensos coqueirais, longas faixas de areia desertas e um pôr do sol de emocionar. Tudo regado ao maravilhoso tempero de dendê baiano. A Península de Maraú, onde está a pequena vila de Barra Grande, é mesmo um destino espetacular e não faltará o que fazer por lá!

A Península de Maraú tem uma parte do litoral voltada para o oceano e outra para a Baía de Camamu. No lado oceânico, estão as praias que sofrem grande influência da maré e onde acontece o fenômeno das piscinas naturais (sempre na maré baixa). As mais famosas estão em Taipu de Fora, mas é possível ver piscinas também em outras praias, como na exuberante Praia de Algodões, que ainda pode ser considerada um paraíso escondido em meio às belezas de Maraú. Do lado da Baía de Camamu, o mar tranquilo é um convite a relaxar, especialmente ao entardecer, quando o sol se põe na água e dá espetáculo em lugares como a Praia da Ponta do Mutá e o Rio Carapitangui.

 

Vá a todas as praias e volte mais vezes às suas prediletas

A Península de Maraú não é uma região tão grande e é possível percorrer todas as praias em poucos dias. Uma semana é mais que suficiente para conhecer as porções de areia disponíveis e ainda repetir as suas prediletas. Vale começar o percurso pela Praia de Taipu de Fora, onde estão as piscinas naturais e a faixa de areia é bem longa, o que permite um bom passeio. E como Taipu de Fora não é a única praia, não se apegue apenas a ela. Visite também as praias de Barra Grande, onde está a Praia da Ponta do Mutá, a Praia de Três Coqueiros, a Praia da Bombaça e a Praia de Barra Grande. Um pouco mais afastadas, visite a lindíssima Praia de Algodões, a Praia do Cassange e a Praia de Saquaíra. Se houver tempo disponível, vale fazer ainda um passeio para as ilhas da região.

Praia-de-taipu-de-fora

Nade nas piscinas naturais de Taipu de Fora

Este é o cenário que ajudou a dar fama à Península de Maraú. As piscinas naturais da Praia de Taipu de Fora são de beleza irretocável. Para conhecer as piscinas, não é preciso fazer passeios de jangada ou barco. Basta alguns passos depois da areia para já estar mergulhado na beleza do lugar. As piscinas naturais de Taipu de Fora só podem ser observadas na maré baixa, preferencialmente nas luas nova e cheia, quando a variação de maré é maior. Para ver na prática a imagem das fotos que tornaram Taipu de Fora famosa, será necessário dar a sorte de a maré baixa estar aliada a um belo dia de sol. Ah! Não esqueça o snorkel! Peixinhos coloridos fazem a festa dos turistas nos corais de Taipu de Fora.

Praia-de-taipu-de-fora

Tire o dia para caminhar de Taipu de Fora até a Ponta do Mutá

A faixa de areia que liga Taipu de Fora à Ponta do Mutá é um percurso paradisíaco. São 6 km de cenários praticamente desertos que separam as duas praias, passando ainda pela Praia da Bombaça e a Praia de Três Coqueiros. Para aproveitar bem o passeio, o ideal é começar pela manhã em Taipu de Fora, ainda durante a maré baixa. Assim, será possível curtir as piscinas naturais com calma. Depois do mergulho, siga em caminhada rumo à Praia da Bombaça e aproveite um almoço caprichado na Praia de Três Coqueiros, com uma boa moqueca baiana. Ao final da tarde, certifique-se de estar na Praia da Ponta do Mutá para o melhor pôr do sol da região. Um belo roteiro para um dia na Península de Maraú.

Praia-de-tres-coqueiros

Assista ao pôr do sol na Ponta do Mutá

Há lugares no mundo onde o pôr do sol ultrapassa a barreira da beleza e se torna um espetáculo inesquecível. E a Ponta do Mutá é um desses casos maravilhosos. Se você tem um amigo que já esteve na Península de Maraú, certamente irá ouvir como dica que o entardecer nas areias da Praia da Ponta do Mutá é imperdível. Acredite! Nada que te disserem chegará aos pés do verdadeiro espetáculo. A Praia da Ponta do Mutá reflete a cor do entardecer de uma maneira inacreditável. E o cenário é diferente a cada dia. Vale ir até lá durante toda a viagem. Varie apenas o local do drink. Há diversos bares na orla da praia que oferecem o complemento ideal para o momento. Claro que também vale simplesmente se sentar na areia e apreciar o visual, que por si só já é uma bela atração.

Praia-da-ponta-do-muta

Não deixe de ir à Praia de Algodões

Ainda pouco conhecida entre os turistas, a Praia de Algodões é daqueles pedacinhos escondidos em meio ao paraíso. Primeira praia da Península de Maraú e distante 22 km de Barra Grande, a Praia de Algodões passa esquecida por muitos viajantes. O deslocamento é chato, a estrada é de péssima qualidade e as jardineiras custam caro até lá. Para visitar a Praia de Algodões, será necessário ir de carro ou quadriciclo. E vale cada metro da estrada! Algodões tem extensa faixa de areia com longo trecho deserto. No vilarejo onde estão as pousadas, casas e restaurantes, a formação de piscinas naturais deixa o cenário ainda mais impressionante. Visita imperdível para os amantes de praias desertas.

Praia-de-algodoes

Percorra e Península de Maraú em um quadriciclo

As estradas da Península de Maraú são de péssima qualidade para os carros, porém garantem a diversão de quem aluga um quadriciclo. O veículo é ideal para percorrer a região e permite fazer trajetos que os carros não alcançam, como a trilha das bromélias (caminho entre Taipu de Fora e a Lagoa do Cassange). Aproveite para conhecer as praias mais distantes, que são sempre mais desertas e dão um certo ar de paraíso à região. No trajeto, suba ao topo do Morro do Farol para ver toda a península do alto.

Praia-de-taipu-de-fora

Almoce à beira do Rio Carapitangui

As praias são as grandes estrelas de Taipu de Fora, mas há uma deliciosa porção de água doce que rouba o coração dos visitantes. O Rio Carapitangui agrada tanto pelo visual quanto pelo banho refrescante. Uma deliciosa faixa de areia divide o mar do rio e permite que os turistas circulem entre a água doce e salgada. Uma boa pedida para curtir a área é sentar-se à beira do Rio Carapitangui para um almoço caprichado no Bar da Rô. Entre uma cerveja e outra, não se esqueça de dar um mergulho.

Rio-e-praia-carapitangui

Experimente o tempero baiano

Impossível falar do litoral da Bahia sem mencionar o tempero baiano. Entre moquecas, bobós, peixes fresquinhos e muita carne de sol você irá se deliciar a cada refeição. Os principais restaurantes da Península de Maraú estão localizados em Barra Grande e Taipu de Fora. Muitos estão à beira-mar, com direito a pé na areia. Para curtir uma boa refeição e, de quebra, o belo visual, invista em Taipu de Fora e na Ponta do Mutá. No vilarejo de Barra Grande, especialmente à noite, o movimento também é grande. Ótima pedida para o jantar.

Praia-de-barra-grande

Faça um passeio pelas ilhas da Baía de Camamu, passando pela Cachoeira do Tremembé

As praias do continente são lindas, mas quem tiver tempo na região pode investir também em passeios pelas ilhas da Baía de Camamu. A lancha parte do píer de Barra Grande e tem como pontos principais de visita a Ilha da Pedra Furada, Ilha do Goió e Ilha do Sapinho. Há passeios que incluem ainda a Cachoeira do Tremembé, com queda d’água no rio, em meio ao visual do mangue. O passeio pode ser feito também a partir de Itacaré, onde é provável que esteja incluída a visita às piscinas de Taipu de Fora. Se estiver em Itacaré, não deixe de conhecer a Península de Maraú. Mesmo que seja uma passeio corrido, valerá cada segundo.

Ilha-da-pedra-furada

Divida o tempo entre Barra Grande e Taipu de Fora

A Península de Maraú tem como principais polos turísticos o vilarejo de Barra Grande e a Praia de Taipu de Fora. As duas regiões oferecem infraestrutura, sendo que Barra Grande é bem mais agitada e Taipu de Fora tem clima mais pacato. As duas são pequenas, mas Barra Grande é o grande “centro” turísticos da Península de Maraú e por isso tem mais comércio e opções de hospedagem e restaurantes. Vale experimentar as duas para ter acesso mais fácil às praias próximas e também para evitar o desgaste do deslocamento, já que estamos falando de uma estrada bem ruim. O importante é relaxar em todo lugar, seja em Taipu de Fora, seja em Barra Grande.

Praia-de-taipu-de-fora

Praia-da-ponta-do-muta

Além das lindas praias (que já são motivo suficiente para ir a Maraú e Barra Grande), quem visita a região pode praticar snorkeling nas piscinas naturais de Taipu de Fora; percorrer a Trilha das Bromélias de quadriciclo; fazer um passeio pelas ilhas da Baía de Camamu até a Cachoeira do Tremembé; tomar um banho no Rio Carapitangui; conhecer a Lagoa do Cassange; assistir ao pôr do sol na Ponta do Mutá; visitar o povoado de Taipu de Dentro e ainda curtir a vila de Barra Grande. E já que chegar à Península de Maraú não é muito fácil, aproveite para ficar o máximo possível por lá!

Rio-e-praia-carapitangui

Como chegar à Península de Maraú e Barra Grande

A Península de Maraú é um daqueles paraísos ainda pouco conhecidos entre os brasileiros. Parte da região da Bahia conhecida como Costa do Dendê, a Península de Maraú está distante 270 km de Salvador (via balsa de Itaparica), 127 km de Ilhéus e 66 km de Itacaré.

O difícil acesso é uma das explicações para que a Península de Maraú e Barra Grande ainda se mantenham tão tranquilas. Chegar a Barra Grande, Taipu de Fora e outras praias da Península de Maraú não é tarefa simples e exige alguns quilômetros de estrada de terra ou um trajeto de lancha ou barco via Baía de Camamu. Acredite, ultrapassado o desafio da chegada, você encontrará um destino encantador!

O aeroporto mais próximo e que permite acesso mais fácil à Península de Maraú é o Aeroporto de Ilhéus, distante 127 km de Barra Grande. Outra opção é voar até o Aeroporto de Salvador, distante 270 km de Barra Grande. Independente do seu ponto de origem, o trajeto final será obrigatoriamente de carro, barco ou lancha.

Para quem está em Itacaré, mas tem muita vontade de conhecer a Península de Maraú, uma excelente pedida é fazer o passeio de lancha que passa por várias ilhas da Baía de Camamu e ainda para em Taipu de Fora para conhecer as piscinas naturais.

Praia-de-barra-grande

 

Quando ir à Península de Maraú

A Península de Maraú é boa pedida durante todo o ano. Alguns detalhes, entretanto, podem fazer a diferença na viagem, como a alta das chuvas e a maré correta para ver as piscinas naturais, que têm o auge da beleza nas luas nova e cheia, quando o efeito da maré é maior.

O clima na Península de Maraú é sempre quente, sendo que as maiores temperaturas são registradas no verão, entre dezembro e março, quando a mínima é de 23°C e a máxima chega a 29°C. Já o inverno, entre junho e setembro, é marcado por temperaturas um pouco mais baixas, com mínima de 21°C e máxima de 24°C.

Apesar das chuvas estarem presentes em todos os meses do ano, o sol sempre aparece na Península de Maraú. O período com menor índice pluviométrico vai de setembro a fevereiro. O mês mais “seco” é janeiro, auge do verão e com média de 140 mm de chuva. Já o período com maior incidência de chuvas vai de março a julho, sendo abril o mês mais chuvoso, com média de 224 mm.

 

Praia-da-ponta-do-muta

Quanto tempo ficar na Península de Maraú

Para conhecer toda a Península de Maraú, serão necessários entre cinco e sete dias de viagem. Assim, haverá tempo para visitar grande parte das praias e curtir diferentes cenários da região. Já vamos adiantar, no entanto, que se locomover na Península de Maraú pode não ser tarefa muito simples, sendo assim, fique o máximo de tempo que puder para curtir cada cantinho desse paraíso com calma.

Praia-de-tres-coqueiros

 

 

Fonte: Melhores Destinos

 

Ainda não conhece nossas redes sociais? Confira nosso Instagram e também nossa pagina do Facebook.

Consulte-nos mais informações sobre valores e reserva: (21) 4126-4396 ou 96401-4648.

INTERESSADO? DEIXE SEU CONTATO

Central de Atendimento (21) 4126-4396 / WhatsApp 96401-4648